Os testes alérgicos existem para conseguir identificar com mais precisão quais as substâncias, alimentos ou produtos desencadeiam as reações alérgicas nos pacientes. Eles são feitos expondo o paciente a pequenas quantidades desses agentes e analisando onde houve uma reação.

Esses testes de alergia complementam o histórico do paciente para que o médico alergista possa chegar a uma conclusão sobre quais são os “inimigos” no dia a dia.

Por exemplo: você já sentiu coceira ao usar algum creme ou produto de beleza? Ou começou a espirrar em um ambiente mais fechado ou com alguma fragrância específica? Ou passar mal de forma recorrente com alguma comida? Esses testes vêm para esclarecer de vez qual o principal agente causador de tudo isso.

Quais os principais testes alérgicos?

Existem dois principais tipos de exame de alergia, que são indicados a partir da análise do médico alergologista.

No caso do patch test, é aplicado um adesivo na pele do paciente onde há uma série de compartimentos com pequenas quantidades das substâncias conhecidas por serem alérgenas.

Depois de 48 horas, esse adesivo é retirado, e a região analisada para identificar qual dos componentes gerou alguma reação do organismo.
O patch test é bastante indicado em casos de dermatite de contato.

Já no prick test, são colocadas gotas dos alérgenos no antebraço, e feitos pequenos furos. Em cerca de 20 minutos e no próprio consultório, já é possível ter o resultado a partir das respostas apresentadas pelo organismo.

Quais tipos de alergia são identificados pelos testes de alergia?

Os testes de alergia são capazes de identificar desde alergias alimentares, respiratórias e dermatites de contato.

Entre os alérgenos testados estão: ovo, camarão, látex, ácaros, leite, amendoim, fungos, medicamentos, venenos das picadas de inseto, níquel, conservantes, corantes, borracha, couro, componentes de vacina, entre outros.

Vale a pena destacar que você pode não ser necessariamente alérgico a um determinado produto, mas sim a um componente específico dele.

Por exemplo: você pode sentir as reações ao comer um molho branco, por exemplo. Mas você não é necessariamente alérgico ao molho, mas sim a um produto usado no preparo, como um tempero ou até mesmo ao trigo presente na farinha. Isso fica mais claro a partir do teste de alergia.

É preciso tomar algum cuidado antes do teste de alergia?

A recomendação ao paciente é que evite usar medicamentos que possam mascarar a reação alérgica, como anti-histamínicos ou corticóides. Isso pode atrapalhar a interpretação dos resultados. Mas todos os cuidados anteriores ao exame de alergia vão ser passados pelo alergista.

Todos os testes alérgicos são seguros e podem ser feitos em várias idades, até porque existem quadros em que as alergias mudam ao longo do tempo (ou mesmo desaparecem permanentemente, principalmente na infância).

Os exames ajudam a definir o plano de ação para que você consiga aproveitar a vida, longe das preocupações causadas pelas crises dessa doença.

Se você busca um alergologista em Presidente Prudente para a realização dos testes, fale com a gente pelas nossas redes sociais e contatos. Assim você pode conhecer mais sobre esses exames e ainda agendar seu atendimento.

Testes Alérgicos

Patch-test

Os testes alérgicos existem para conseguir identificar com mais precisão quais as substâncias, alimentos ou produtos desencadeiam as reações alérgicas nos pacientes. Eles são feitos expondo o paciente a pequenas quantidades desses agentes e analisando onde houve uma reação.

Prick-test

Indicado na avaliação diagnóstica das alergias respiratórias, dermatológicas e alimentares, ele é utilizado para avaliar se o paciente apresenta reação alérgica a alguma das substâncias específicas.

Vamos conversar.
Me acompanhe no Instagram.

@PHMEIRELES